Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘A Arte da Guerra’ Category

Canalhas oficiais

Read Full Post »

A Gillette soltou há algumas semanas um comercial que tem como pano de fundo reflexões sociais sobre o que é ser homem, sobre quais atitudes que demonstram masculinidade, retratadas no filme como positivas e negativas. Assediar uma mulher tem a ver com ser mais homem? Brigar? Fazer bulling? O comercial é bom, se quiser ver, péga aí:

Não vamos entrar no mérito e nem tomar partido. Meu comentário tem a ver com um momento do comercial que eu achei extremamente exagerado: um cara olha uma mulher passando e quando ele vai em direção dela outro amigo “zé politicamente correto” vem afastando ele dizendo algo como “Isso não é legal, brow!”. Aí eu te pergunto: um cara ir em direção de uma mulher que lhe despertou interesse “é uma bola fora”? Na minha época isso era atitude. E as mulheres gostavam. Claro, não estou falando em desrespeitar ou ser invasivo. Mas, no comercial o cara só se movimentou… Que me desculpem os radicais, mas, acho que o dia que o simples fato de um homem tomar uma atitude de ir conversar com uma mulher for considerado desrespeito… aí pode chamar o Thanos.

Read Full Post »

Cá estava eu zapeando a TV quando passo por um filminho chupeta que fez muito sucesso: Lua Nova. Ok, se você for uma fã desse triller eu até respeito, mas… saia desse blog que não é a sua. Eu não sou nada fã dessas porcarias e acho que é um enlatado pra adolescentes. Já falamos da série aqui: https://manualdocanalha.com.br/2010/02/18/tira-crespusculo/

Mas o meu ponto aqui é pra interessante cena do filme, a qual eu lembro agora: Bella, a protagonista, vai no cinema com Jake, galazão apaixonadão e juvenil, e um outro coxinha que também está apaixonado por Bella. Ambos estão apaixonados por ela, o que eu não entendo visto que ela, ok é bonita sim, mas também não é tudo isso. Jake está cabeludão, apaixonadão e tenta de todas as formas pegar na mão dela mas ela não deixa. Aí ele fala algo do tipo “e aí, eu sei que você está a fim, o que está pegando?”. Aí ela vem com o papinho típico: “eu tô confusa, mas eu preciso de você. Tenho medo de estragar tudo.” E ele, como bom niceguy manda um “eu sei que é por causa dele (o ex). Mas eu, diferente dele, eu nunca vou te abandonar. E eu não vou desistir de você.” Aí ela arremata, como boa mulher armadilha que é: “Eu não quero que você desista.” Sim, já falamos disso aqui: https://manualdocanalha.com.br/2010/01/18/mulher-armadilha/. Coitado.

Aí os dias passam e o cara simplesmente some e não dá mais trela alguma pra ela, não por ser um canalha e ter uma estratégia, mas sim porque está virando um lobisomem e não sabe. Puts, virar um lobisomem deve ser foda mesmo… Mas aí o que acontece? Bella simplesmente começa a ir atrás do cara a todo custo. E por fim acaba levando um puta fora, ele até manda um “Não é você, sou eu” pra ela. Hahá! De cara eu lembrei que já falamos disso aqui também, num post da série A Arte da Guerra – para os canalhas. Saca só: https://manualdocanalha.com.br/2008/05/01/a-arte-da-guerra-para-os-canalhas-5/

Enfim, a vida imita a arte e a arte imita o Manual do Canalha Padrão.

Read Full Post »

‎…”Não acreditavam que os elogios como “corajosos”, “heróis” ou “invencíveis” fossem um tributo que tivessem merecido, atribuíam sim, seu sucesso ao cuidado extremo que tinham em evitar o menor deslize.”…
Sun Tzu.

Novamente o mestre nos ensina mais uma dica valiosa.

Ganhar as menininhas por aí pode ser mais tranquilo se você tomar cuidado em não cometer erros que podem comprometer seu esquema. É a fina arte da conquista my friend.

Read Full Post »

“Portanto, na guerra é de suprema importância atacar a estratégia do inimigo.

        Li Ch’üan: Ataquem-se os planos na sua origem.”

***

 

Uma mulher muitas vezes fala coisas da boca pra fora. Vocês sabem, elas são confusas. Agora, toda mulher, dá sinais precisos do que ela realmente quer. Há quem diga que é melhor você notar os sinais que a mulher dá do que dar ouvidos ao que ela diz, pois os sinais de uma mulher muitas vezes são mais claros e reais do que o que ela diz.

 

A conexão disso tudo com o conselho acima é o seguinte: quando você se interessar por uma mulher, seja quem, quando e onde for, aprenda a ler os sinais que ela passa. Assim que você entender melhor a situação daquele momento, ataque a estratégia dela! Entendendo quem ela é e o que ela realmente quer, será impossível ela não achar sua aproximação interessante.

 

Eu sei, é algo muito difícil de fazer e de explicar aqui… assim sendo, chamamos a ajuda de Hicth, o Conselheiro Amoroso, para exemplificar. Já falamos aqui desse filme e que ele é uma lição para todos nós canalhas e conquistadores de plantão.

 

Na cena abaixo, separamos exatamente o momento em que Hitch ataca a estratégia de uma mega gata incrivelmente atraente e proporcionalmente com a guarda super fechada. O video está em inglês, e melhor pra quem já tiver assistido ao filme. Mas, explicamos o que se passa logo abaixo e incluímos comentários em português para que todos entendam onde está a malícia do cara. Watch and Learn!

 

 

Quando Hicth estava pra iniciar uma conversa com a gata, a qual ele já havia notado anteriormente na balada, outro carinha chega antes com um chaveco furado: “Você se parece com minha próxima namorada”. Hicth recua na hora, colocando em prática uma dica anterior aqui, de saber quando uma situação muda e responder rapidamente a essa mudança.

 

Vejam que o cara nem é feio, é até apresentável. Mas, primeiro erro do cara: ela pergunta o nome dele e ele nem perguntou o dela… e deu uma risada babaca com a piada dela. Segundo erro: ele absolutamente não ouve o que ela diz! E fala algo solto no ar, sem sentido… “Seus olhos são fantásticos!”

 

“Tente ouvir!”, adverte ela. Ela sutil e educadamente dispensa o cara, mas, mais uma vez ele não dá ouvidos ao que ela diz e não entende o que está acontecendo…   O besteirol do cara iria continuar sabe-se lá até quando e Hitch improvisa de forma criativa: interrompe a conversa e faz se passar por marido/namorado, o que intimida o cara e faz ele sair fora.

 

Embora ela tenha entrado na encenação do Hitch, em seguida ela já se arma e levanta a guarda novamente. Sinal que ela não está a fim de papo!  Mas Hitch não se intimida e mostra que soube ler todos os sinais que ela dá! Ele não vem com um chaveco furado, mas sim dizendo que ela não deve se culpar pois está dando os sinais certos de que aquela não é uma noite em que ela está aberta pra chavecos.  E ele acerta em cima! Decifra a gata pra ela mesma naquela noite, acerta o drink exato que ela está tomando e é engraçado no final da sentença.

 

Ele se apresenta pra ela: “Alex Hitchens, Consultor”  e caminha com o argumento certo para conseguir seu objetivo, que é simples naquele momento: descobrir quem ela e o que ela faz pra viver. “Eu sou Sarah Melas, trabalho na coluna de “fofocas” de um jornal.” Objetivo alcançado! Agora era só manter a boa impressão e sair com a informação para usá-la na oportunidade certa. Isso a deixa chocada, pois ela estava na verdade gostando da conversa. Mas ele sabe que naquele momento suas metas tinham sido alcançadas com êxito: ele atacou a estratégia dela e se deu bem. A garçonete entrega um drink cortesia do próprio Hicth, o que mostra que ele montou a estratégia antes de tudo aquilo.

Read Full Post »

“Comumente, para uma operação de guerra são necessários mil carros rápidos, de quatro cavalos, mil carroções revestidos de couro, também de quatro cavalos, e cem mil homens protegidos com armaduras de malha.”

***

 

Se até na época de Sun Tzu carros e armaduras faziam toda a diferença na hora da batalha hoje a coisa só piorou, meu amigo. Sei que vai ter mulher aqui atirando pedra, mas, a verdade é que um belo carro, uma roupa de qualidade, faz toda a diferença na hora de conquistar uma mulher. E nós, homens, de nossa parte não podemos criticar as mulheres por isso. Poder e dinheiro impressionam todo mundo, homens e mulheres. Ainda pior no caso de mulheres que estudam, trabalham e se preocupam com o futuro, pois, essas são ainda mais exigentes no que se refere ao poder aquisitivo do cara. E um medidor disso é o carro do cara. E mesmo aquela que não trabalha ou estuda, mesmo assim se preocupa com o futuro.

“É mentira! Nada a ver!” grita uma feminista indignada.

Eu exemplifico: a mina acaba de conhecer um cara pela internet. Eles trocam alguns e-mails, vêem fotos um do outro e percebem que tem algo em comum e decidem sair pra jantar ou tomar uma cervejinha, enfim, para se conhecerem pessoalmente. “Eu te pego às 20h, ok?” diz o galazão. Quando ele entra com aquele Chevette cor ouro e meio desregulado naquele belíssimo bairro arborizado parece que a garota sente o cheiro de gasolina queimada e lacrimeja vendo a cor da fumaça preta de longe… não estou dizendo que o encontro não pode ser ótimo depois disso, mas, como diria um velho ditado “a primeira impressão é a que fica”…

Read Full Post »

“Tratai e cuidai bem dos prisioneiros.

        Chang Yü: Todos os soldados cativos devem ser tratados com magnanimidade e sinceridade, para que possam vir a servir-nos.”

***

 

Nunca despreze deliberadamente uma mulher. Mesmo que você não queira nada com ela e mesmo que você não agüente mais vê-la na sua frente, tente ser o mais polido possível na hora da perna. Se possível, faça as coisas de uma maneira que ela vai achar depois que foi ela que se afastou de você, e não o contrário. Faça isso, pois você não sabe o dia de amanhã. Talvez você possa passar por uma seca e precisar de uma das suas ex-ficantes, nunca se sabe, e nessas horas quanto mais opção melhor. Ou então uma mina que você está gamado e ela a conhece, você poderá ter uma aliada ou uma inimiga. Enfim, nunca se sabe o dia de amanhã. Se tiver que terminar, melhor terminar e conseguir uma amiga do que ficar na lista negra dela. Mulher vingativa é uma praga.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: