Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘A Arte da Guerra’ Category

Canalhas oficiais

Read Full Post »

A Gillette soltou há algumas semanas um comercial que tem como pano de fundo reflexões sociais sobre o que é ser homem, sobre quais atitudes que demonstram masculinidade, retratadas no filme como positivas e negativas. Assediar uma mulher tem a ver com ser mais homem? Brigar? Fazer bulling? O comercial é bom, se quiser ver, péga aí:

Não vamos entrar no mérito e nem tomar partido. Meu comentário tem a ver com um momento do comercial que eu achei extremamente exagerado: um cara olha uma mulher passando e quando ele vai em direção dela outro amigo “zé politicamente correto” vem afastando ele dizendo algo como “Isso não é legal, brow!”. Aí eu te pergunto: um cara ir em direção de uma mulher que lhe despertou interesse “é uma bola fora”? Na minha época isso era atitude. E as mulheres gostavam. Claro, não estou falando em desrespeitar ou ser invasivo. Mas, no comercial o cara só se movimentou… Que me desculpem os radicais, mas, acho que o dia que o simples fato de um homem tomar uma atitude de ir conversar com uma mulher for considerado desrespeito… aí pode chamar o Thanos.

Read Full Post »

Cá estava eu zapeando a TV quando passo por um filminho chupeta que fez muito sucesso: Lua Nova. Ok, se você for uma fã desse triller eu até respeito, mas… saia desse blog que não é a sua. Eu não sou nada fã dessas porcarias e acho que é um enlatado pra adolescentes. Já falamos da série aqui: https://manualdocanalha.com.br/2010/02/18/tira-crespusculo/

Mas o meu ponto aqui é pra interessante cena do filme, a qual eu lembro agora: Bella, a protagonista, vai no cinema com Jake, galazão apaixonadão e juvenil, e um outro coxinha que também está apaixonado por Bella. Ambos estão apaixonados por ela, o que eu não entendo visto que ela, ok é bonita sim, mas também não é tudo isso. Jake está cabeludão, apaixonadão e tenta de todas as formas pegar na mão dela mas ela não deixa. Aí ele fala algo do tipo “e aí, eu sei que você está a fim, o que está pegando?”. Aí ela vem com o papinho típico: “eu tô confusa, mas eu preciso de você. Tenho medo de estragar tudo.” E ele, como bom niceguy manda um “eu sei que é por causa dele (o ex). Mas eu, diferente dele, eu nunca vou te abandonar. E eu não vou desistir de você.” Aí ela arremata, como boa mulher armadilha que é: “Eu não quero que você desista.” Sim, já falamos disso aqui: https://manualdocanalha.com.br/2010/01/18/mulher-armadilha/. Coitado.

Aí os dias passam e o cara simplesmente some e não dá mais trela alguma pra ela, não por ser um canalha e ter uma estratégia, mas sim porque está virando um lobisomem e não sabe. Puts, virar um lobisomem deve ser foda mesmo… Mas aí o que acontece? Bella simplesmente começa a ir atrás do cara a todo custo. E por fim acaba levando um puta fora, ele até manda um “Não é você, sou eu” pra ela. Hahá! De cara eu lembrei que já falamos disso aqui também, num post da série A Arte da Guerra – para os canalhas. Saca só: https://manualdocanalha.com.br/2008/05/01/a-arte-da-guerra-para-os-canalhas-5/

Enfim, a vida imita a arte e a arte imita o Manual do Canalha Padrão.

Read Full Post »

‎…”Não acreditavam que os elogios como “corajosos”, “heróis” ou “invencíveis” fossem um tributo que tivessem merecido, atribuíam sim, seu sucesso ao cuidado extremo que tinham em evitar o menor deslize.”…
Sun Tzu.

Novamente o mestre nos ensina mais uma dica valiosa.

Ganhar as menininhas por aí pode ser mais tranquilo se você tomar cuidado em não cometer erros que podem comprometer seu esquema. É a fina arte da conquista my friend.

Read Full Post »

“Portanto, na guerra é de suprema importância atacar a estratégia do inimigo.

        Li Ch’üan: Ataquem-se os planos na sua origem.”

***

 

Uma mulher muitas vezes fala coisas da boca pra fora. Vocês sabem, elas são confusas. Agora, toda mulher, dá sinais precisos do que ela realmente quer. Há quem diga que é melhor você notar os sinais que a mulher dá do que dar ouvidos ao que ela diz, pois os sinais de uma mulher muitas vezes são mais claros e reais do que o que ela diz.

 

A conexão disso tudo com o conselho acima é o seguinte: quando você se interessar por uma mulher, seja quem, quando e onde for, aprenda a ler os sinais que ela passa. Assim que você entender melhor a situação daquele momento, ataque a estratégia dela! Entendendo quem ela é e o que ela realmente quer, será impossível ela não achar sua aproximação interessante.

 

Eu sei, é algo muito difícil de fazer e de explicar aqui… assim sendo, chamamos a ajuda de Hicth, o Conselheiro Amoroso, para exemplificar. Já falamos aqui desse filme e que ele é uma lição para todos nós canalhas e conquistadores de plantão.

 

Na cena abaixo, separamos exatamente o momento em que Hitch ataca a estratégia de uma mega gata incrivelmente atraente e proporcionalmente com a guarda super fechada. O video está em inglês, e melhor pra quem já tiver assistido ao filme. Mas, explicamos o que se passa logo abaixo e incluímos comentários em português para que todos entendam onde está a malícia do cara. Watch and Learn!

 

 

Quando Hicth estava pra iniciar uma conversa com a gata, a qual ele já havia notado anteriormente na balada, outro carinha chega antes com um chaveco furado: “Você se parece com minha próxima namorada”. Hicth recua na hora, colocando em prática uma dica anterior aqui, de saber quando uma situação muda e responder rapidamente a essa mudança.

 

Vejam que o cara nem é feio, é até apresentável. Mas, primeiro erro do cara: ela pergunta o nome dele e ele nem perguntou o dela… e deu uma risada babaca com a piada dela. Segundo erro: ele absolutamente não ouve o que ela diz! E fala algo solto no ar, sem sentido… “Seus olhos são fantásticos!”

 

“Tente ouvir!”, adverte ela. Ela sutil e educadamente dispensa o cara, mas, mais uma vez ele não dá ouvidos ao que ela diz e não entende o que está acontecendo…   O besteirol do cara iria continuar sabe-se lá até quando e Hitch improvisa de forma criativa: interrompe a conversa e faz se passar por marido/namorado, o que intimida o cara e faz ele sair fora.

 

Embora ela tenha entrado na encenação do Hitch, em seguida ela já se arma e levanta a guarda novamente. Sinal que ela não está a fim de papo!  Mas Hitch não se intimida e mostra que soube ler todos os sinais que ela dá! Ele não vem com um chaveco furado, mas sim dizendo que ela não deve se culpar pois está dando os sinais certos de que aquela não é uma noite em que ela está aberta pra chavecos.  E ele acerta em cima! Decifra a gata pra ela mesma naquela noite, acerta o drink exato que ela está tomando e é engraçado no final da sentença.

 

Ele se apresenta pra ela: “Alex Hitchens, Consultor”  e caminha com o argumento certo para conseguir seu objetivo, que é simples naquele momento: descobrir quem ela e o que ela faz pra viver. “Eu sou Sarah Melas, trabalho na coluna de “fofocas” de um jornal.” Objetivo alcançado! Agora era só manter a boa impressão e sair com a informação para usá-la na oportunidade certa. Isso a deixa chocada, pois ela estava na verdade gostando da conversa. Mas ele sabe que naquele momento suas metas tinham sido alcançadas com êxito: ele atacou a estratégia dela e se deu bem. A garçonete entrega um drink cortesia do próprio Hicth, o que mostra que ele montou a estratégia antes de tudo aquilo.

Read Full Post »

“Comumente, para uma operação de guerra são necessários mil carros rápidos, de quatro cavalos, mil carroções revestidos de couro, também de quatro cavalos, e cem mil homens protegidos com armaduras de malha.”

***

 

Se até na época de Sun Tzu carros e armaduras faziam toda a diferença na hora da batalha hoje a coisa só piorou, meu amigo. Sei que vai ter mulher aqui atirando pedra, mas, a verdade é que um belo carro, uma roupa de qualidade, faz toda a diferença na hora de conquistar uma mulher. E nós, homens, de nossa parte não podemos criticar as mulheres por isso. Poder e dinheiro impressionam todo mundo, homens e mulheres. Ainda pior no caso de mulheres que estudam, trabalham e se preocupam com o futuro, pois, essas são ainda mais exigentes no que se refere ao poder aquisitivo do cara. E um medidor disso é o carro do cara. E mesmo aquela que não trabalha ou estuda, mesmo assim se preocupa com o futuro.

“É mentira! Nada a ver!” grita uma feminista indignada.

Eu exemplifico: a mina acaba de conhecer um cara pela internet. Eles trocam alguns e-mails, vêem fotos um do outro e percebem que tem algo em comum e decidem sair pra jantar ou tomar uma cervejinha, enfim, para se conhecerem pessoalmente. “Eu te pego às 20h, ok?” diz o galazão. Quando ele entra com aquele Chevette cor ouro e meio desregulado naquele belíssimo bairro arborizado parece que a garota sente o cheiro de gasolina queimada e lacrimeja vendo a cor da fumaça preta de longe… não estou dizendo que o encontro não pode ser ótimo depois disso, mas, como diria um velho ditado “a primeira impressão é a que fica”…

Read Full Post »

“Tratai e cuidai bem dos prisioneiros.

        Chang Yü: Todos os soldados cativos devem ser tratados com magnanimidade e sinceridade, para que possam vir a servir-nos.”

***

 

Nunca despreze deliberadamente uma mulher. Mesmo que você não queira nada com ela e mesmo que você não agüente mais vê-la na sua frente, tente ser o mais polido possível na hora da perna. Se possível, faça as coisas de uma maneira que ela vai achar depois que foi ela que se afastou de você, e não o contrário. Faça isso, pois você não sabe o dia de amanhã. Talvez você possa passar por uma seca e precisar de uma das suas ex-ficantes, nunca se sabe, e nessas horas quanto mais opção melhor. Ou então uma mina que você está gamado e ela a conhece, você poderá ter uma aliada ou uma inimiga. Enfim, nunca se sabe o dia de amanhã. Se tiver que terminar, melhor terminar e conseguir uma amiga do que ficar na lista negra dela. Mulher vingativa é uma praga.

Read Full Post »

“Se for sábio, um comandante é capaz de reconhecer quando uma situação muda e, em conseqüência, reagir rapidamente.”

***

Ninguém disse que seria fácil pegar as mulheres mais gatas e em grandes quantidades. Pra isso você precisa ser um cara muito esperto, reconhecer quando um cenário muda e reagir rapidamente. Do contrário, você pode passar de um canalha galante e sedutor a um canalha morto num piscar de olhos.

 

Algo que deve ser sempre ponto de atenção é: existe uma grande diferença de uma mulher que está na sua e de uma que está loucamente apaixonada por você. Uma mulher que te quer e uma que quer largar tudo por você. Cuidado, estamos falando do campo dos sentimentos e mulheres são capazes de tudo. Se você quer ser um canalha simpático e levar tudo numa boa, entenda que quando uma mulher muda do estágio “te quero” pro estagio “você é só meu” é hora de bater retirada.

 

 

 

 

 

Não sabe o que é a Arte da Guerra para os Canalhas? Clique aqui e descubra! 

Read Full Post »

“Por terreno compreendem-se as distâncias, se o espaço pode ser fácil ou dificilmente vencido, se é aberto ou apertado, quais as suas hipóteses de vida ou de morte.”

        “Mei Yao-ch’em: […] Quando se movimentam tropas, é essencial conhecer em primeiro lugar as condições do terreno. Conhecendo-se as distâncias, poder-se-ão elaborar planos diretos ou indiretos de ataque. Sabendo-se do grau de facilidade ou de dificuldade da sua travessia, poder-se-á optar pelas vantagens do emprego da infantaria ou pelo uso da cavalaria. O fato de o local ser aberto ou apertado permite a decisão quanto ao tamanho da força mais apropriada. A compreensão do local onde a batalha vai ser travada indicará onde se devem concentrar ou subdividir as forças.”

***

 

Vamos supor que você descolou um encontro com uma gata maravilhosa. A escolha do local onde você vai levá-la é fundamental. Antes de qualquer coisa você deve conhecer previamente o local, não leve ela num lugar que você nunca esteve antes. Você pode estar entrando numa roubada e, ainda pior, fazendo a gata entrar na roubada contigo.

 

Um amigo levou uma gata pra jantar pela primeira vez, confiou naquelas revistas que indicam o preço médio que se gasta no restaurante, chegando lá, a noite tinha tudo pra ser ótima, porém, ele percebeu ao receber o cardápio que o custo seria muito maior do que ele imaginava. Com isso ele ficou preocupado a noite inteira, discutiu os valores no final, ficou vermelho de raiva pra pagar a conta e obviamente nada mais deu certo para meu amigo muquirana e que não conhecia bem o lugar que ele levou a gata.

 

Eu sou adepto da teoria do “abatedouro”, todo canalha deve ter o seu. O “abatedouro” é aquele local infalível, que é só levar a mina pra lá que pimba, dá lance! Pode ser um restaurante, um barzinho ou até algum lugar mais inesperado, isso quem vai escolher é você. Mas o importante é que exista um lugar que você sabe que pode levar uma nova presa (pretendente) pra lá sabendo como a noite vai terminar. Um abatedouro eficiente é como jogar em casa(no estádio do seu time). Um abatedouro consagrado e que já mostrou sua eficiência, também pode ser chamado de “Templo Sagrado da Pegação”.

 

Alguns pontos que podem definir um abatedouro:

– localização: um abatedouro perto de uma favela das mais perigosas, por exemplo, não é uma boa pedida. Ou numa rodovia de difícil acesso que você pode se perder…

– a comida e a bebida do local: um lugar com um vinho delicioso é infalível pra mulheres duro na queda. E a comida também dever ser levada em consideração: imagine você comendo cocha de frango com a mão na frente da gata, feito um porco… acaba com o clima…

– o atendimento: um garçom gritando seu apelido, dando tapão nas costas e pagando a saidera pode ser legal em outro lugar. No abatedouro, o bom atendimento é aquele discreto que, ao ver você com a terceira gata diferente na semana age como se estivesse te vendo pela primeira vez na vida.

– disposição das mesas (pro caso de abatedouros que tenham mesas): mesas pequenas, que te deixem bem perto do objetivo, literalmente. Sofás aconchegantes, nos quais você senta coladinho da vitima (companhia). Esse tipo de coisa, sabe?

– o ambiente: escurinho, luz de velas, aroma agradável, sonzinho ambiente… ou seja, um show de heavy metal não será o ideal.

– existem boas opções de motéis perto dali? Sim, isso é fundamental! Afinal, se a gata quiser e você tiver apenas uma opção de motel, tudo pode complicar! Uma boa rota de motéis deve garantir a você pelo menos: uma opção mais próxima, aquela que em 5 minutos ou menos você está lá; uma opção mais baratinha, pro caso da grana estar curta; e uma opção mais cara, caso você queira (ou precise) impressionar a garota.

 

Definir o abatedouro ideal pode levar tempo. Por isso você deve conhecer muitos lugares e avaliá-los criteriosamente. 

 

Depois do abatedouro definido, você também deve ser atentar na estratégia a ser tomada. Você deve ser calculista e estrategista talvez guardando o abatedouro pra um segundo encontro. Por exemplo, no caso de uma mina romântica e sonhadora, daquelas que você vai ter que suar muito pra conseguir alguma coisa, você pode no primeiro encontro levá-la a um parque, no segundo pra um cineminha e no terceiro encontro, aí sim, levá-la ao Templo Sagrado da Pegação, quebrando assim a barreira da moça com argúcia estratégica.

 

Não sabe o que é a Arte da Guerra para os Canalhas? Clique aqui e descubra! 

Read Full Post »

“Clima significa a correlação das forças naturais; a influência do frio invernal ou do calor estival, bem como a condução de operações militares em conformidade com as estações.”

***

 

Se estiver chovendo muito, nem saia de casa! … brincadeira! Não é isso.

Muitas vezes um canalha deve compreender que aquela simplesmente não é a hora certa. Pode ser que você consiga um dia, mas não naquele momento. Saiba discernir. Na balada, por exemplo, a mina pode estar lá só pra dançar ou ela já está muito a fim de outro cara, vai saber. Isso não é motivo para desistir, mas um canalha preparado sabe a hora certa de atacar e se essa hora não vir ele não ataca, ele aguarda pelo momento propício. A espera pode ser de minutos, de horas, de dias… quem sabe. Mas é melhor esperar e atacar no momento certo do que se precipitar, atacar no momento errado e estragar tudo.

  

 

 

Não sabe o que é a Arte da Guerra para os Canalhas? Clique aqui e descubra! 

Read Full Post »

“A guerra é uma questão vital para o Estado. Por ser o campo onde se decidem a vida ou a morte, o caminho para sobrevivência ou ruína, torna-se de suma importância estudá-la com muito cuidado em todos os seus detalhes.”

***

 

Alguém pode dizer que a arte da conquista entre homens e mulheres não é uma guerra e não deve ser encarada assim. Concordamos que não é uma guerra, porém, em ambos os casos trata-se de conquista, de conquistar algo não possuído. E se é uma questão vital para um cara conseguir uma mina, ou porque não dizer várias minas, pode-se concluir que é de suma importância estudar com muito cuidado e em todos os detalhes o que se fazer para concluir com sucesso nossas jornadas amorosas.

 

Que bom seria se as mulheres caíssem aos nossos pés e estivessem sempre loucas atrás da gente… mas, embora exista quem diga o contrário, infelizmente as coisas não são tão fáceis assim. Portanto, nós devemos ir a luta, bravos e valentes canalhas! Arme-se de sabedoria e estratégia e prepare-se para conquistar todas! 

 

Não sabe o que é a Arte da Guerra para os Canalhas? Clique aqui e descubra! 

Read Full Post »

 

“Um povo feliz vence as dificuldades, esquecendo-se dos perigos mortais”

***

 

Já aconteceu com você de se perguntar “meu, porque essa mina está comigo, ela sabe que eu sou um canalha!”? A verdade, meu caro, é que quando você conquista de vez uma mulher e faz dela uma mulher feliz, traz pra ela um monte de coisas que ela não tinha, ou que sentia falta, ela se esquece de tudo, de todos os contras e vai ficar com você até mesmo desconsiderando a razão.

 

 

 

Não sabe o que é a Arte da Guerra para os Canalhas? Clique aqui e descubra! 

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: